3 fatos que você não sabia sobre o monitoramento da temperatura de balcões e geladeiras

A cada ano que passa, a tecnologia avança mais no varejo por meio de soluções que buscam otimizar a rotina operacional dos estabelecimentos, ao mesmo tempo em que melhoram a experiência do consumidor.

Entre as inovações que têm ganhado destaque nesta frente estão os sistemas de IoT (Internet das Coisas) que, dentre outras aplicações, são capazes de realizar o monitoramento remoto das temperaturas de balcões, geladeiras e freezers.

Operando por meio da instalação de medidores sem fio nos balcões e/ou câmaras frias, os sistemas de monitoramento ajudam a resolver questões cruciais no varejo, como a alta quebra de equipamentos devido à refrigeração incorreta, o elevado consumo de energia elétrica e autuações/multas em função do descumprimento das normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Mesmo com tantos benefícios envolvidos, muitos supermercadistas seguem tendo dúvidas sobre o uso desta solução. Por isso, no artigo de hoje, listaremos três curiosidades que reforçam, ainda mais, a importância dos sistemas de monitoramento de temperatura na gestão de ativos do frio alimentar.

  1. Riqueza de informações

Como mencionamos acima, as soluções de monitoramento operam a partir da instalação de sensores sem fio nos balcões e/ou câmaras frias. Esses dispositivos, por sua vez, coletam e analisam dados a cada poucos segundos, entregando informações, relatórios e indicadores bastante valiosos sobre os sistemas de refrigeração.

Ao analisar as curvas de temperatura dos balcões é possível, por exemplo, identificar parametrizações incorretas dos equipamentos, baixa eficiência, problemas com fluidos refrigerantes e, também, uma possível perda de produtos. A partir de então, ficará muito mais fácil tomar decisões que solucionem essas ineficiências que podem prejudicar o seu negócio.

  1. Alarmes precisos sobre inconsistências

Com a ajuda do sistema de monitoramento certo, você poderá agir preventivamente para sanar eventuais ocorrências antes que elas se tornem problemas complexos. Isso porque existem soluções que geram alarmes para indicar inconsistências na operação, de acordo com o funcionamento de cada equipamento.

As notificações de alarme são recebidas diretamente no celular, tornando o processo de identificação de mau funcionamento muito mais ágil, possibilitando respostas imediatas antes que o problema se torne real e tome proporções maiores.

Vale dizer ainda que os sistemas inteligentes são capazes de diferenciar o que realmente é um erro ou não. Durante o degelo, por exemplo, a temperatura dos equipamentos sai do range parametrizado, porém, o software entende que se trata de uma atividade normal do equipamento, não sendo necessário o envio do alarme. Ou seja, você será notificado de fato quando há um potencial problema, gerando maior credibilidade da informação.

  1. Facilidade na instalação

Se você ainda não adotou um sistema de monitoramento em sua loja porque acredita que, para isso, precisará interromper a operação, já pode riscar essa preocupação da lista.

Alguns sistemas de monitoramento como o EasyTemp, da GreenYellow, podem ser instalados em um supermercado inteiro, em apenas um dia, sem comprometer o funcionamento do estabelecimento. Muito fácil, né?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Você também pode se interessar por:

Se inscreva para receber nossas newsletter e acompanhar todas as novidades GY.