Eficiência energética na arquitetura para hotéis

imagem Eficiência energética na arquitetura para hotéis

O conceito de sustentabilidade anda cada vez mais de mãos dadas com o setor hoteleiro, que está consciente das medidas de eficiência energética na arquitetura de hotéis para mitigar os efeitos do aumento de custos operacionais e dos impactos ao meio ambiente.

Ao contrário do que alguns ainda acreditam, eficiência energética não é apenas um termo da moda, é a chave para os hotéis no século 21. Estamos falando de usar a energia de forma inteligente, minimizando o desperdício e maximizando o desempenho.comp

É sobre diminuir o valor das contas de água e de luz, melhorar o serviço dos equipamentos de ar-condicionado, aumentar o conforto dos hóspedes e ainda demonstrar um compromisso da empresa com a sustentabilidade.

Se você tem interesse nesse assunto, continue para entender mais sobre por que vale a pena investir em medidas de eficiência energética nos hotéis!

O que é um hotel sustentável?

O hotel sustentável integra práticas ecológicas e responsáveis em todas as suas operações. O objetivo de tornar o setor hoteleiro mais “verde” é minimizar o impacto ambiental e promover a economia de recursos, como água e energia elétrica.

Os hotéis sustentáveis demonstram estar alinhados à crescente preocupação global com a sustentabilidade a partir de medidas concretas de eficiência energética, como:

  • mudar para iluminação LED;
  • instalar soluções inteligentes de gestão de água para limitar o desperdício;
  • gerar a própria energia com painéis solares e reduzir as emissões de carbono;
  • usar produtos de limpeza ecológicos;
  • restringir ou eliminar plásticos descartáveis (por exemplo, usar embalagens recicláveis e biodegradáveis para produtos de higiene pessoal).

Essas são apenas algumas das medidas que os hotéis sustentáveis utilizam para proporcionar uma estadia luxuosa e, ao mesmo tempo, sustentável.

Qual é o impacto ambiental dos hotéis?

Na busca por oferecer excelência e conforto aos hóspedes, os hotéis muitas vezes geram impactos ambientais que não apenas afetam seus custos operacionais, mas também a reputação do setor hoteleiro como um todo.

A seguir, veja quais são os desafios que os hotéis ainda enfrentam em relação à incorporação da sustentabilidade em suas operações.

Consumo de energia de fontes poluentes

Embora o Brasil tenha uma matriz energética composta por mais de 90% de fontes renováveis, os hotéis que dependem exclusivamente da eletricidade fornecida pelas concessionárias locais não têm garantia de que estão consumindo energia 100% limpa.

Isso ocorre porque a energia distribuída na rede pode vir de diversas fontes, incluindo aquelas não renováveis, como termelétricas a carvão e gás natural.

Desperdício de recursos

O desperdício de recursos, tanto energéticos quanto hídricos, é um problema comum no setor hoteleiro brasileiro. Muitos hotéis ainda operam sistemas de iluminação e climatização ineficientes, com luzes acesas em áreas desocupadas e temperaturas inadequadamente reguladas. Isso resulta em um consumo excessivo de energia. 

O desperdício de água também é observado em muitos hotéis devido a torneiras que vazam e a sistemas de irrigação mal ajustados.

Produção de resíduos

O setor hoteleiro no Brasil gera uma quantidade significativa de resíduos sólidos, incluindo embalagens de produtos de consumo, materiais descartáveis e resíduos de alimentos. A gestão inadequada desses resíduos pode resultar em impactos negativos, como a contaminação do solo e da água

A disposição inadequada de resíduos orgânicos ainda pode contribuir para a emissão de metano (um gás do efeito estufa), quando esses resíduos se decompõem em aterros sanitários.

Por que investir em eficiência energética na arquitetura de hotéis?

O benefício mais óbvio de impulsionar a sustentabilidade na hotelaria é que as indústrias amigas do ambiente ajudam a criar um planeta melhor para as gerações futuras. Mas também existe uma série de benefícios em termos de crescimento dos negócios. Confira!

Redução de custos

Aumentar a eficiência energética na arquitetura de hotéis é um investimento que proporciona já no curto prazo uma economia de custos operacionais. Por exemplo, edifícios projetados com sistemas automatizados de iluminação, climatização e isolamento térmico consomem menos energia e reduzem o valor das contas de eletricidade.

As tecnologias de automação provenientes da indústria 4.0 têm muito a contribuir com o uso racional dos recursos em todos os segmentos.  

Marketing verde

A promoção de um hotel como “verde” não apenas melhora a reputação da marca, mas também pode aumentar a taxa de ocupação e a receita.

Uma pesquisa recente da Booking.com feita com mais de 30 mil viajantes de 32 países (incluindo o Brasil) descobriu que 57% dos viajantes se sentiriam melhor em ficar em uma determinada acomodação se soubessem que ela tinha uma certificação sustentável. 

O estudo ainda revela que 54% dos participantes desejam utilizar os certificados de sustentabilidade como filtro para escolher onde querem se hospedar. No Brasil, certificações como LEED (Liderança em Energia e Design Ambiental) ou ISO 14001 podem ser um diferencial competitivo importante no setor hoteleiro.

Princípios ESG

Um número crescente de investidores e acionistas reconhece a importância de apoiar empresas que estão alinhadas com os princípios ESG

  • Ambiental (combate às mudanças climáticas e à poluição);
  • Social (práticas de segurança trabalhista e estímulo à diversidade);
  • Governança (ética e transparência na estrutura corporativa).

Hotéis que adotam medidas de eficiência energética não apenas contribuem para a redução das emissões de gases de efeito estufa, mas também podem melhorar sua classificação em índices ESG, o que pode atrair investidores conscientes e parceiros de negócios.

Quais são as tecnologias e métodos para garantir a eficiência energética e sustentabilidade em hotéis?

Assegurar a eficiência energética é uma prática econômica e ecológica, mas colocar isso em prática nos hotéis geralmente depende de um conjunto de tecnologias e bons métodos.

Começando com a equipe de funcionários do hotel, otreinamento e a conscientização são etapas chaves. Funcionários engajados desempenham um papel importante na eficiência energética do estabelecimento, pois eles podem desligar luzes e aparelhos não usados, além de identificar problemas de eficiência no uso de outros recursos.

A automação também é aliada. Existem sistemas inteligentes que controlam ar-condicionado e iluminação com base na ocupação e no clima. Para muitos hotéis, a implementação de uma Central de Água Gelada (CAG) é outra estratégia inteligente. 

Mas o grande destaque é o uso da energia solar, que tem se mostrado uma solução eficaz e sustentável para hotéis. Ao instalar painéis fotovoltaicos no telhado ou em áreas externas, seu hotel pode aproveitar a luz do sol para alimentar parte de suas operações. No entanto, é importante reconhecer que, muitas vezes, o telhado solar por si só pode não ser suficiente para abastecer todo o consumo energético do hotel.

Nesse contexto, muitos hotéis também estão explorando o mercado livre de energia, no qual podem comprar energia de fontes renováveis, complementando a produção dos painéis solares e garantindo um fornecimento 100% proveniente de fonte renovável e com certificados de comprovação de origem.

Esta combinação não só reduz a conta de energia, mas também reforça o compromisso sustentável do hotel, atraindo hóspedes que valorizam acomodações ecologicamente corretas.

Quais são as soluções da GreenYellow para a eficiência energética em hotéis?

A GreenYellow é uma empresa líder em soluções de eficiência energética com sede em dezenas de países, incluindo o Brasil.

Para o setor hoteleiro, a GreenYellow fornece uma ampla gama de soluções que visam reduzir custos operacionais e minimizar o impacto ambiental. Nos últimos anos, contribuímos com centenas de projetos de iluminação eficiente, energia solar, automação de operações, e refrigeração industrial e comercial.

No Brasil, a GreenYellow colaborou com a VCI S.A. na implementação de um projeto de eficiência energética em dois hotéis da rede Hard Rock Hotel, em Ilha do Sol (PR) e Lagoinha (CE). Esse projeto concentrou-se na implantação de novos sistemas de ar-condicionado para as unidades que vão iniciar sua operação no país, contando com o que há de mais moderno em eficiência energética. 

Nossa equipe instalou soluções de climatização mais eficientes, que reduzem o consumo de energia e contribuem para a redução dos custos operacionais dos hotéis.

A GY também tem projetos de eficiência energética espalhados pelo mundo. Em Tsarabanjina, na ilha de Madagascar, a GreenYellow encabeçou a instalação de um inovador sistema off-grid, de solar com baterias, no Constance Hotels & Resorts

O projeto teve como objetivo fornecer um backup que pudesse garantir energia confiável para o hotel em períodos de queda. O sistema também aumentou a independência energética do Constance Hotel & Resorts da rede local.

Esses casos demonstram como a GreenYellow adapta suas soluções às necessidades específicas de cada estabelecimento. Além de economia de energia, as medidas de eficiência energética na arquitetura de hotéis fortalecem a reputação da empresa e representam a sua contribuição para um futuro mais sustentável.

A GreenYellow é a parceira de que você precisa para transformar seu hotel em um exemplo de eficiência energética e sustentabilidade. Confira aqui nossas soluções e entre em contato!

Posts relacionados

Case de sucesso: eficiência energética inteligente para o Grupo Casas Bahia

O papel das empresas na luta contra as mudanças climáticas

GreenYellow investe R$ 14,5 mi em contratos de eficiência energética com redes de varejo

Mercado livre de energia: como funciona em 2024?